São muitas as empresas que passam por uma Reestruturação Organizacional, algumas empresas até mais de uma vez. E isso é válido tanto para as pequenas empresas como também para as grandes corporações.

Pois tanto o ambiente externo à empresa como tudo o que acontece dentro dela faz surgir a demanda por revisar sua estrutura e buscar mais eficiência e melhores resultados.

O que é uma reestruturação organizacional

Toda empresa possui uma estrutura, esteja ela bem ou mal preparada para alcançar os objetivos empresariais. A reestruturação organizacional consiste em revisar essa estrutura e adequá-la às demandas da empresa e do mercado, favorecendo o alcance dos objetivos.

Assim, antes de falarmos de uma reestruturação, devemos tratar sobre a estrutura de uma empresa.

Qualquer empresa, desde sua fundação, possui uma estrutura que é aprimorada com o tempo.

Essa estrutura é composta por:

  • Pessoas (a começar pelos sócios);
  • Processos e políticas;
  • Produtos e serviços;
  • Áreas e departamentos;
  • Espaços, equipamentos e bens físicos;
  • Sistemas, softwares e ferramentas;
  • Entre outros itens.

Toda essa estrutura tem uma única finalidade: permitir e favorecer que a empresa cumpra com a sua finalidade e alcance os seus objetivos.

Assim, uma empresa não existe (ou não deveria existir) em função da sua estrutura, mas é a estrutura que existe para que a empresa chegue onde deseja.

O que acontece é que essa estrutura pode não estar ajudando a empresa, ou não estar auxiliando com o máximo de eficiência e eficácia.

As pessoas não são mais produtivas, quando os processos e políticas não estão padronizados e integrados, os produtos e serviços já não condizem com o mercado, as áreas e departamentos não estão integrados entre si, a estrutura física está ultrapassada, os sistemas estão obsoletos ou inexistentes, e assim por diante.

É neste momento que surge a reestruturação organizacional.

Por que é importante reestruturar uma empresa?

A própria razão de ser da estrutura de uma empresa responde por que é fundamental a reestruturação organizacional: para que tudo o que compõe a empresa conduza-a ao seu objetivo.

Portanto, a pergunta a ser respondida é: a atual estrutura da sua empresa (isto é, seus sócios e funcionários, a maneira de trabalhar, os sistemas, etc.) estão levando a empresa de maneira adequada ao destino traçado?

Assim, reestruturar uma empresa é importante pois aumenta as chances de sucesso.

Como saber se é o momento de reestruturar a sua empresa

É preciso um olhar sincero para a própria empresa para analisar e identificar pontos estruturais que estejam atrapalhando o caminho e a produtividade da empresa.

Realizar mudanças não é tarefa fácil, mas são necessárias.

Mas o momento de reestruturar a empresa não é apenas quando se reconhecem as deficiências.

O momento adequado de uma reestruturação é quando há um objetivo claro e quando os sócios e gestores têm disposição para colocar em prática as mudanças e melhorias necessárias.

Além disso, alguns sinais indicam que é o momento de uma reestruturação organizacional:

  • Há conflitos ou gargalos entre as áreas ou departamentos;
  • Não há padronização na forma de trabalho;
  • O tempo de resposta da empresa não está adequado às demandas do mercado;
  • Gasta-se muito tempo para realizar tarefas simples;
  • Há muito retrabalho;
  • Os clientes demonstram insatisfação com a forma de trabalho da empresa;
  • Os anos passaram e a empresa não evoluiu em termos de gestão e estratégica (as melhores práticas e ferramentas de gestão evoluíram, mas sua empresa não acompanhou);
  • O conhecimento dos seus funcionários está desatualizado, refletindo na eficiência e eficácia da empresa.

Se um desses sinais é perceptível em sua empresa, é provável ser o momento de considerar uma reestruturação organizacional.

Quais são os benefícios de uma reestruturação organizacional?

Reestruturar uma empresa é momento oportuno de repensá-la e reavaliá-la. É, portanto, um momento onde os sócios e gestores avaliam o que está indo bem e o que precisa melhorar. E isso por si só já traz benefícios, visto que tende a tornar a empresa mais preparada para competir no mercado.

Mas podemos ainda identificar outros benefícios que uma empresa obtém durante e após a reestruturação organizacional:

  • Aumento da produtividade dos funcionários;
  • Diminuição dos erros e retrabalhos;
  • Maior controle e padronização das atividades e resultados;
  • Estrutura documentada;
  • Softwares e ferramentas sendo utilizadas em seu potencial máximo;
  • Integração entre as áreas e departamento;
  • Criação e uso de indicadores de desempenho para acompanhar a evolução da empresa;
  • Políticas claras e bem definidas.

Como dito anteriormente, se há a necessidade de reestruturar, é porque mudanças precisam acontecer. E mudanças exigem sair da zona de conforto e mudar pensamentos e comportamentos. E isso não é fácil.

Por isso a grande motivação para uma reestruturação organizacional deve ser o reconhecimento de que a empresa está falhando e que para alcançar os objetivos definidos compensa todo o esforço.

Quem deve conduzir uma reestruturação?

Com certeza os líderes da empresa devem estar envolvidos e apoiando a reestruturação. Contudo, nem sempre eles são os melhores para conduzí-la.

E há 2 motivos principais para isso:

  1. Os vícios, hábitos e comportamentos negativos estão presentes nos líderes; ou, se não estão, os líderes já estão com dificuldades para implantar mudanças na empresa.
  2. Reestruturar implica em trazer para a empresa novas e atuais práticas de gestão, e isso demanda profissionais com novas visões, conhecimentos e experiências.

Além disso, normalmente uma empresa não deixa de funcionar durante uma reestruturação organizacional.

Isso significa que os líderes estarão envolvidos nas atividades do dia-a-dia e ainda ganhariam a incumbência de conduzir a reestruturação, o que tende a afetar negativamente o andamento de ambas as atividades.

Nesse cenário, os consultores estariam à frente do trabalho conduzindo a equipe para que a reestruturação organizacional aconteça.

Isso significa não apenas entregar a condução à consultoria, mas trazer para dentro da empresa o conhecimento e a experiência dos consultores.

Como uma consultoria empresarial pode ajudar

Sendo a reestruturação organizacional um momento chave para qualquer empresa, realizá-la com maestria deve ser uma prioridade.

Por isso é importante contar com profissionais que saibam conduzir esse processo e tenham experiência em enfrentar e vencer os desafios próprios de uma reestruturação.

A MF Contabilidade é especialista no assunto, já tendo conduzido reestruturações organizacionais em dezenas de empresas.

Quer saber mais em como podemos ajudar você e a sua empresa, entre em contato conosco e agende uma visita sem compromisso.

Contatos: (62) 3088-1130 | (62) 98546-2689.

E-mail: [email protected]